Landing page: por que o seu produto precisa de uma?

Landing page: por que o seu produto precisa de uma?

2003 1080 Roberto Silva

Ei, você! Está procurando um jeito eficaz de divulgar seu produto? Já pensou em fazer isso por meio de uma landing page (LP)? Se não, melhor pensar novamente. Essa é uma excelente forma de divulgação para atrair leads para sua empresa.

Uma das principais vantagens da landing page é que ela é totalmente personalizável, por isso, é possível adaptá-la para os mais diversos segmentos. 

Lembra do funil de vendas? Então, lá no comecinho dele está a parte de atração, em que você precisa chamar a atenção do seu prospect, e a landing page se encaixa exatamente aí. Contar com o processo de funil é muito importante para selecionar leads que têm potencial de se transformarem em clientes, clica aqui que a gente explica mais sobre isso.

As landing pages são páginas de destino encontradas na web focadas em conversão. Elas têm alguns elementos-chave característicos como formulários de preenchimento, CTA (call to action) e informações sobre o produto. Possuem um objetivo claro: fazer com que o seu visitante se interesse pelo conteúdo e, com isso, se torne um lead

Fazer uma landing page que realmente faça seu lead ter uma ação pode parecer fácil, mas, na prática, existem muitos detalhes que podem se transformar em problemas para a efetividade dessa estratégia, por isso a importância de contar com profissionais para colocá-las em ação. 

E tem mais, se você está pensando que a homepage do site tem a mesma função da landing page, pode parar por aí. As duas são importantes, porém, cumprem papéis diferentes, ou seja, as duas precisam existir. As pessoas estão sendo bombardeadas diariamente com conteúdo rico por todos os lados, concorrentes estão ganhando espaço, então, é preciso se destacar e personalizar o conteúdo oferecido, sempre focando no seu Ideal Customer Profile (ICP) – seu perfil de cliente ideal.

Além disso, também é preciso considerar as diversas formas possíveis de acesso à sua landing page, ela precisa ser visível em qualquer dispositivo, ainda mais com o crescimento cada vez maior do tráfego por meio de dispositivos móveis.

Como é possível perceber, são muitos os itens que envolvem a construção e a efetividade de uma landing page. Por isso, continue sua leitura para entender como alinhar suas estratégias para atingir clientes potenciais, o que não fazer na construção de uma landing page e porque seu produto precisa de uma LP para crescer. 

Por que usar a landing page para o seu produto?

A divulgação de um produto precisa trazer diversas informações para que o futuro consumidor consiga se convencer que realmente precisa dele. A landing page é uma estratégia que consegue fazer isso muito bem. Ela oferece diversas opções de mídia e de layout para personalizar seu produto de acordo com a sua necessidade de mercado, alcançando bons resultados.

Por exemplo, no caso das farmacêuticas, o ICP pode se dividir em três: profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e outros), farmácias e pessoas físicas. É possível oferecer uma opção diferente para cada público mesmo que seja o mesmo produto, como um remédio:

  • profissionais de saúde (HCPs): um conteúdo informativo sobre seus componentes, para quais problemas servem, porcentagem de eficácia e o tempo de ação. Aqui pode ser usado um vídeo, um arquivo em PDF com a bula para mais informações e um CTA para abrir uma conversa com a farmacêutica;
  • farmácia: comparação com outros produtos que já existem no mercado, quais as vantagens claras e porque os clientes o preferem. Boas maneiras de esses dados serem apresentados são em forma de pesquisas comparativas e/ou podcasts com dados mostrados por profissionais da área médica;
  • pessoa física: feedback de outras pessoas que já utilizaram e também informações rápidas e fáceis sobre a eficiência, essas são ótimas para prender a atenção. Feedback pode ser usado em forma de vídeo, texto e/ou imagem. Porém, atentando-se ao fato que esse tipo de estratégia só pode ser aplicada para medicamentos que não precisam de prescrição médica.

O melhor de tudo é que todas essas informações estão em uma única página, o usuário não precisa ficar buscando no seu site (e ainda correr o risco de não encontrar o que precisa). A landing page contém as soluções para todas as dúvidas que o consumidor pode vir a ter, além de um botão fácil de ser encontrado que vai direto para a sua loja.

O seu produto precisa se destacar para ser encontrado e gerar interesse em possíveis clientes, a LP é uma ferramenta que consegue fazer isso de uma forma muito persuasiva e completa.

Como criar uma LP que atinja o seu público?

Existem muitas nuances na construção de uma landing page, diversos itens que podem fazer parte dela e que trazem bons resultados para sua estratégia. Entretanto, de nada adianta se o público encontrado não for o que a sua empresa precisa. Por isso, é muito importante conhecê-los para direcionar sua LP.

No caso das farmacêuticas, em que os ICPs são profissionais de saúde, farmácias e pessoas físicas, eles exigem abordagens e vozes diferentes, além de uma atenção extra às regras da ANVISA para a divulgação de forma que não cause nenhum problema.

A informação e os dados, aqui, são peças-chave para o sucesso, tanto as que dizem respeito às regras da ANVISA, quanto às características de cada ICP. Para que as opções exploradas na landing page sejam efetivas, elas não podem partir de achismos. Não se adivinha o que o público quer, é preciso descobrir baseado em dados.

A informação é um item muito importante para qualquer estratégia presente no funil de vendas, porque é responsável por direcioná-las, evitando que sejam aplicados esforços em lugares errados.

Por isso é indicado fazer pesquisas para construir uma landing page, assim, é possível se aprofundar ainda mais e aumentar as chances de uma conversão. Até mesmo depois de construída é preciso fazer testes para medir a efetividade dos elementos aplicados – focar em usabilidade e UX é fundamental para o sucesso da LP. A cor do CTA já pode ser o determinante para uma ação, portanto, tudo deve ser considerado.

Quem vai consumir o conteúdo da sua landing page precisa considerá-la algo próximo e enxergar elementos que chamem atenção e agradem para que ela faça o seu papel.

O que não fazer na construção de uma landing page para o seu produto?

Do mesmo jeito que é importante entender o que é necessário para a construção de uma landing page, também é preciso saber o que atrapalha o desenvolvimento dela e, consequentemente, prejudica as vendas do seu produto. Por isso, fuja de:

  • Enganação: não prometa nada que você não possa cumprir, nutra a sua landing page com informações verdadeiras sobre o seu produto, promessas vagas e irreais afastam possíveis clientes;
  • Excesso de conteúdo: a parte que mais prende a atenção de uma página é o começo dela, antes da dobra (divisa da tela). Nessa parte, é preciso colocar apenas itens essenciais, muito texto ou informações desnecessárias vão fazer com que o público desista de clicar no CTA;
  • Pop-ups invasivos: o pop-up funciona para aumentar a conversão, mas tudo depende de testes e de cautela. Não é porque ele tem resultados positivos que é para abusar, ele precisa estar estrategicamente posicionado e na quantidade certa para trazer bons resultados;
  • Muitos links: não coloque muitos links no decorrer da sua página, eles podem tirar a atenção do usuário. Corre o risco de ele ir para outro conteúdo e não voltar para clicar no seu CTA, que é a ação principal buscada em uma landing page.

Faça uma LP para o seu produto

Todas essas informações deixam claro um ponto: a landing page é uma boa estratégia para o seu produto.
Claro, quando ela é bem estruturada, embasada em dados e funcional para o cliente. Aliás, aqui é importante também pontuar que, quando ela é atrelada a uma campanha de Ads, os resultados são ainda mais expressivos. Para conseguir alcançar resultados assim, uma landing page precisa contar com uma execução profissional. Então, conte com o Jeito Prod de entregar resultado!

E se quiser conhecer mais sobre landing page, leia em: Landing page: conversão de leads e aumento de vendas.

Se você acompanhou os nossos textos mais recentes, você provavelmente já sabe que o perfil do consumidor mudou. Agora eles estão à procura de experiências mais imersivas ao invés de compras pontuais. O que ainda não falamos é que o Inbound Sales pode ajudar a converter esse novo perfil de consumidor em um cliente fidelizado. Bora descobrir como se faz?

Inbound Sales: mude sua forma de vender

Se você acompanhou os nossos textos mais recentes, você provavelmente já sabe que o perfil do consumidor mudou. Agora eles estão à procura de experiências mais imersivas ao invés de…

ler mais

Compartilhe nas redes sociais