Feedback: qual o impacto no crescimento pessoal e profissional?

Feedback: qual o impacto no crescimento pessoal e profissional?

2003 1080 Giovana Alves

A cultura do feedback pode ser uma ferramenta poderosa para motivar pessoas, resolver problemas e estreitar o relacionamento no ambiente de trabalho.

A palavra do inglês é utilizada para definir algum tipo de avaliação envolvendo duas ou mais pessoas. A tradução do termo está relacionada a um efeito de retroalimentação. Na prática, o feedback funciona como uma forma de rever, avaliar e refletir sobre ações, comportamentos e tarefas que já foram realizadas.

No ambiente de trabalho, o feedback serve para analisar a performance dos funcionários e torná-la melhor, sempre que possível. O objetivo é promover um bate-papo para que as pessoas melhorem seu desempenho e descubram aspectos que, nem sempre, conseguem perceber sozinhas.

Os setores de gestão de pessoas são responsáveis por implementar dinâmicas de feedbacks como um pilar para o desenvolvimento humano nas empresas.

Uma das principais habilidades necessárias para ser bem-sucedido no feedback é a comunicação. É preciso saber conversar com ética, respeito e acolhimento. Do outro lado, é necessário aprender a ouvir e transformar pontos de melhoria em desenvolvimento efetivo.

Como implementar o feedback no dia a dia?

O primeiro ponto sobre o feedback é que ele nunca pode ser pautado em opiniões, mas, sim, em fatos. A abordagem precisa ser relacionada a situações que aconteceram e tiveram algum impacto, positivo ou negativo. É importante garantir que o receptor do feedback entenda todos os fatos pontuados. 

Essa prática costuma acontecer de forma individual e com alguma periodicidade. 

Quais são os tipos de feedbacks?

Existem alguns tipos mais comuns, que podem servir como orientação para a prática:

Positivo: é uma forma de reforçar os comportamentos que trazem benefícios para o ambiente de trabalho. Esse modelo de feedback pode envolver elogios, relembrando ações favoráveis.

Negativo ou corretivo: nesse caso, a ideia é expor algum ponto de melhoria. Longe de ser uma repreensão, o objetivo é possibilitar que determinado comportamento seja alterado e melhorado. 

Quais são os benefícios do feedback?

Oferecer um retorno sobre o desempenho de um funcionário contribui para que ele se sinta valorizado e importante dentro da estrutura de trabalho

A prática de feedbacks também pode impactar na produtividade da empresa, já que as expectativas estão sempre alinhadas. Outro ponto é a maior retenção de talentos. 

Como praticamos o feedback na Prod?

Por aqui, estamos sempre prontos para receber um feedback sobre o desempenho pessoal e profissional. Como diz a nossa coordenadora de Pessoas, Laís Leite, esse retorno é “como um presente”, além de parte importante do Código de Cultura

As três principais técnicas que seguimos são:

Empatia Assertiva (baseada no livro da Kim Scott): os feedbacks, sendo positivos ou corretivos, são dados imediatamente e verdadeiramente pelos líderes a cada um da equipe no ato da situação e mediante a necessidade.

SCI: a cada 2 meses, os líderes conversam individualmente com cada um da equipe apontando a situação, o comportamento e o impacto de situações que aconteceram no decorrer desses 2 meses. A técnica é baseada em um discurso claro e não-violento.

4 “As”: Essa técnica foi desenvolvida pela gestão de pessoas da Netflix e reúne quatro palavras norteadoras para o feedback. O primeiro “A” corresponde a “Ajudar” e define que todo feedback tenha uma intenção positiva, em vez de funcionar como uma forma de descontar frustrações ou ferir alguém intencionalmente.

O segundo “A” define que o assunto do feedback seja “Acionável” pelo receptor, permitindo que ele identifique o que pode fazer de diferente. Os últimos dois “As” do quarteto são sobre “Apreciar” e “Aceitar” o feedback, sugerindo que o receptor esteja sempre aberto a ouvir a avaliação sem ficar na defensiva ou com raiva.

“O feedback é uma excelente ferramenta de desenvolvimento. Alinhar expectativas, destacar os pontos fortes e desenvolver os pontos que não estão bons fazem desse processo um grande aliado para que os Prothers alcancem a alta performance e o sucesso”, comenta Laís Leite.

Na Prod, acreditamos, profundamente, que qualquer análise pode se tornar poderosa acompanhada de um feedback. Essa é uma forma de encorajar a busca pela melhora contínua e o crescimento da confiança mútua entre os nossos profissionais.

Quer ler outros conteúdos sobre desenvolvimento humano? Continue acompanhando o nosso Blog.

Fundo colorido com uma bussola representando a cultura organizacional

Qual é a cultura organizacional da Prod?

A cultura organizacional é a base para a definição das motivações, inspirações, valores, missão, tradições e crenças de uma empresa. Ela é, basicamente, um mecanismo que ajuda todos os colaboradores…

ler mais

Compartilhe nas redes sociais